Quais competências desenvolver para impulsionar minha carreira?

Quais competências preciso desenvolver para impulsionar minha carreira?

“Eu tenho aquele estilo bem ‘na sincera’ de falar na lata. Sou consultor com mais de uma década no mercado. Sei que tenho um bom currículo e habilidades técnicas, mas ao observar meus colegas de profissão, vejo que meu desenvolvimento profissional, pelo tempo de carreira, foi pífio. Como lidar com esse meu excesso de franqueza e adquirir um sólido corpo emocional?”     

Resposta:

É muito importante lembrarmos que o excesso de sinceridade pode levar ao famoso “sincericídio”. Você pode ter excelentes competências técnicas e desenvolver uma dezena de outras, mas, se não souber cuidar do seu comportamento, isso pode te influenciar negativamente.

Nesse podcast comento um pouco sobre o fato, explicando de maneira mais detalhada o quanto o sincericídio pode detonar o bom profissional: https://www.lucianevecchioconsultora.com.br/podcast/o-que-eu-faco-luciane-vecchio-sincericidio

Para resumir, entenda que o sincericídio é uma verdade relativa, pois, a pessoa transmite uma informação, desconsiderando a empatia e a preocupação com o que o outro sente, expressando aleatoriamente opiniões, sem refletir sobre o impacto que isso causa à sua volta.

Sinceridade é diferente de sincericídio

Diferentemente da sinceridade, em que buscamos trazer a verdade com o objetivo de conscientizar, promover mudança e aprendizado, refletindo sobre nossa fala, transmitindo com gentileza o que se quer dizer, o sincericídio preconiza o oposto, pois, há ausência de reflexão das expressões frente ao outro, motivada, normalmente, pelo narcisismo. A pessoa se orgulha de ser assim, “de falar a verdade doa a quem doer”.

Nesse artigo comento um pouco sobre como o comportamento pode se sobrepor ao saber quando se trata de mercado de trabalho. Nele conto a história de uma cliente que perdeu uma excelente oportunidade, apesar de ter muitas habilidades e conhecimentos técnicos: https://www.lucianevecchioconsultora.com.br/carreira-empregabilidade/perfil-tecnico-nao-e-tudo/109

Dessa forma, seria interessante você fazer uma breve avaliação, pedindo aos colegas e amigos, até mesmo familiares, para que lhe digam como se sentem quando a sua sinceridade fala por você. Peça também aos seus líderes e pessoas em que confie para que comentem sobre as impressões que têm quando você fala “na lata”.

Como adquirir inteligência emocional?

E para lidar com isso, adquirindo o sólido corpo emocional que você comenta, um Psicólogo Clínico pode lhe ajudar a organizar os seus pensamentos, expressando não mais de maneira passiva-agressiva a sua opinião, mas, de forma a contribuir com as suas relações e consigo. Além disso, em uma terapia, você conseguirá entender de onde vem a necessidade de agir assim e trabalhar de maneira mais positivas essas questões.

Para falar sobre a sua pergunta, especificamente, é importante lembrar que cada carreira, cada área, tem um conjunto de competências que estarão mais ligadas às necessidades daquele setor e do cargo pretendido.

Para isso, você precisará fazer uma pesquisa para compreender quais delas vêm sendo pedidas em sua área de atuação, pois, as habilidades solicitadas para uma vaga de Programador, por exemplos, são diferentes das de um cargo de Gerente Comercial, na maior parte das vezes.

Porém, ainda assim, é possível listar algumas competências que vêm sendo bastante requisitadas para diferentes profissões e que são consideradas as soft skills (habilidades comportamentais e competências mais subjetivas, não técnicas) do momento.

Algumas habilidades que estão aparecendo bastante nos processos seletivos para diferentes cargos:

  1. Poder de influência e impacto no ambiente, persuasão – carisma, personalidade forte, pessoa que marca por onde passa;
  2. Energia + tomar decisões sob pressão – saber lidar com estresse;
  3. Senso de urgência;
  4. Iniciativa – capacidade para assumir riscos;
  5. Extroversão;
  6. Ser bom ouvinte;
  7. Ser um orientador estratégico de pessoas;
  8. Criatividade;
  9. Espírito colaborativo;
  10. Adaptabilidade;
  11. Gestão do Tempo;
  12. Raciocínio Estratégico;
  13. Negociação.

Como você sente que está atrasado em relação aos seus colegas, um programa de Coaching com um Especialista em Carreira e/ou uma Mentoria com alguém que seja expert em sua área de atuação poderá fazer com que você tenha uma evolução rápida, estando mais preparado para o que o mercado tem solicitado dos bons profissionais.

Sucesso!

_____________________

Luciane Vecchio
Psicóloga Clínica, Master Coach, Especialista em RH, Carreira, Liderança, Executive & Life Coaching, Colunista de Carreira & Comportamento
CRP: 06/74914

Luciane Vecchio

Autor: Luciane Vecchio

Psicóloga Clínica, Master Coach, Consultora de Carreira, Especialista em RH, Orientadora Vocacional, Colunista de Carreira & Comportamento. CRP: 06/74914

[email protected]