Sou tímida e isso tem me prejudicado!

Pergunta: Sou uma pessoa (mulher) tímida, em geral já sinto uma dificuldade em me sobressair junto aos meus pares em reuniões presenciais. Agora, com a quarentena e com as reuniões pelo Google Meet, esse problema se acentuou. O que posso fazer para minimizar esta minha dificuldade?

Resposta:

Muitas pessoas tímidas não conseguem expressar todas as suas competências e travam na hora de falar sobre elas ou até de participar de uma reunião. Timidez e medo andam juntos e, principalmente, a necessidade de aceitação e o pavor da rejeição!

O tímido está a todo instante acreditando que é o centro das atenções, que sempre o foco está nele.

Comece, portanto, a perceber que as atenções não estão sempre voltadas a você! Aceite que, assim como os demais, você pode errar e acertar e que nunca agradará todo mundo.  Esse pensamento é libertador!

Acredite, há formas de praticar e você poderá alcançar o sucesso se desejar se engajar com a mudança!

Comece a anotar todos os pensamentos que vêm à sua mente quando é necessário se expor. Faça uma lista e troque essas crenças por frases positivas. Por exemplo: “eu vou fracassar nessa reunião”, por “sou capaz e posso me expor sem medo”. Vá treinando a troca de pensamento cada vez que as frases negativas se apossarem do seu espírito!

Treine o seu cérebro para entender quais são os gatilhos que te movem para a paralisação e entenda o que desperta o grau mais profundo de timidez em você! Analise seu corpo e treine posturas mais confiantes!

Para ter segurança ao se expor, estude e domine o tema para não ter que improvisar. Fale com outras pessoas que entendem do que vai ser conversado e anote suas ideias. Assim você não será pega de surpresa e poderá expor com segurança o que precisa ser falado.

Identifique aquelas pessoas com as quais possa desenvolver uma relação mais profunda e estabeleça parcerias, tendo-as como suas aliadas, o que lhe trará mais confiança no momento de se expor para um grupo maior. Discuta ideias e suas falas com essas pessoas.

Treine também em frente ao espelho, assim poderá se sentir mais tranquila quando precisar enfrentar uma reunião. Sei que algumas reuniões têm temas desconhecidos à primeira vista, mas, quanto mais você treinar, mais se sentirá segura para lidar com os desafios.

Se coloque como uma pessoa disponível para ajudar os outros com assuntos dos quais domina. Isso reforçará a sua autoconfiança!

Pratique o autoconhecimento, pois, só entendendo profundamente quem você é e se respeitando, poderá enfrentar os desafios da exposição. Faça terapia, treine oratória, fale com um profissional da Fonoaudiologia e busque superar seus pontos fracos por meio do reconhecimento das suas forças!

Comece a pensar sobre qual é o seu tipo de timidez para saber lidar melhor com ela:

  • Situacional:

Se manifesta apenas em ocasiões específicas. Por exemplo, você interage bem em uma festa com diferentes tipos de pessoas, mesmo que desconhecidas, mas, se tiver que se expor em uma apresentação ou reunião, paralisa!

  • Crônica:

Todo e qualquer necessidade de contato com outras pessoas lhe despertará a timidez, ainda que com amigos próximos.

  • Proposital:

Esse tipo de timidez se traduz no isolamento consciente, pois, a pessoa acredita que a sua companhia é muito melhor do que a de qualquer outra pessoa. Ou seja, o tímido até consegue fazer contatos com outras pessoas, mas prefere escolher a introversão.

Rompa barreiras! Em tempos de pandemia isso pode ser mais desafiador, mas você pode encarar esse momento como algo bom, pois, poderá treinar com colegas, amigos e parceiros uma apresentação por meio de vídeo conferência, por exemplo, estando mais protegida do que frente a frente. Ou seja, peça a um amigo para que seja o seu interlocutor e treine com ele uma apresentação!

Você tem todo o direito de compartilhar a sua timidez com seu chefe, pedindo ajudar para que ele entenda que você tem excelentes ideias, mas, algumas dificuldades para expô-las! Não se sinta sozinha e não se isole! Quando encerrar uma reunião, chame seu chefe e coloque suas ideias sobre determinado projeto, solicitando apoio nas demais reuniões; isso fortalecerá a sua confiança!

Quando as coisas se reestabelecerem no pós-pandemia, comece a treinar convidar as pessoas para almoços, cafés e encontros. Afinal, os tímidos têm tendência a se isolar cada vez mais. Se exponha às situações mais desafiadoras e com o tempo estará mais preparada ainda!

Sucesso!

_____________________

Luciane Vecchio
Psicóloga Clínica, Master Coach, Especialista em RH, Carreira, Liderança, Executive & Life Coaching, Colunista de Carreira & Comportamento
CRP: 06/74914

Luciane Vecchio

Autor: Luciane Vecchio

Psicóloga Clínica, Master Coach, Consultora de Carreira, Especialista em RH, Orientadora Vocacional, Colunista de Carreira & Comportamento. CRP: 06/74914

[email protected]