Como você tem lidado com o que faz bem e mal para sua vida?

Como você tem lidado com o que faz bem e mal para sua vida?

Como você tem lidado com o que não te faz bem e não te inspira, com o que não traz felicidade e não acrescenta em sua vida?

Pois bem, treine o "descarte" das "coisas materiais e não materiais", perguntando-se:

a. eu gosto desta peça?

b. eu uso esta peça? há quanto tempo não a uso?

c. eu preciso deste item?

d. este item me traz algum sentimento positivo (ou ao contrário)?

Sobre as relações:

1. esta pessoa acrescenta à minha vida? preciso conviver com ela? há uma relação positiva de troca?

2. se eu falar o que sinto, estarei sendo honesto, ético e fazendo diferença positiva na vida de alguém e na minha?

3. eu vou me culpar se não fizer nada a respeito?

4. eu posso pensar mais um pouco e depois voltar a este assunto?

5. estou bem emocionalmente para tomar esta atitude e/ou falar algo para esta pessoa? 

Pode parecer frase de livro de auto ajuda, mas em todo tempo precisamos parar e pensar nas coisas que estamos carregando, consumindo, mantendo. Temos que pensar em nossas relações e na nossa saúde física e mental.

Nestes momentos do ano, é quase uma obrigação refletir, há uma imposição pelo novo mas, em todos os outros meses do ano, como você tem agido com sua carreira, com seus relacionamentos, com as coisas que mantem por perto e qual o cuidado que tem com as atitudes que deve tomar?

Você está deixando a vida te levar, sendo levado pela opinião e julgo(e julgamento) alheio ou decidindo e tomando as rédeas de sua história?

A o que você tem se mantido preso? Às desculpas, ao passado? Às questões e imposições da sociedade, família? À falta de recursos?

Como tem decidido e planejado seu futuro?

Para não parecer apenas filosofia, indico pegar um pedaço de papel, dividir ao meio e começar listando o que é positivo ou não em sua vida, pessoas, coisas, ações, lugares. Descreva metas.

Depois disso, liste sonhos e, de forma objetiva, planeje tempo e ações para que as coisas se concretizem, a curto, médio e longo prazo, decida o que depende de você, de ajuda, de dinheiro.

Analise e planeje tarefas para cada uma das coisas que descreveu. Semanalmente, liste, "tique", risque, mude, acrescente à lista mudanças de planos e de trajeto. Não deixe este material se perder no tempo, cuide dele. Dê valor ao que você mesmo sonha e como planejou as conquistas destes sonhos.

Efetivamente, o que você precisa para alcançar os seus objetivos?

_____________________

Luciane Vecchio
Psicóloga Clínica, Master Coach, Consultora de Carreira, Especialista em RH, Orientadora Vocacional, Colunista de Carreira & Comportamento
CRP: 06/74914

Somente são permitidas cópias em que seja respeitada a autoria!



- - -

Para te apoiar no aumento de performance em qualquer área da vida, conte comigo!

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem dar o devido crédito.


Luciane Vecchio

Autor: Luciane Vecchio

Psicóloga Clínica, Master Coach, Consultora de Carreira, Especialista em RH, Orientadora Vocacional, Colunista de Carreira & Comportamento. CRP: 06/74914

[email protected]