Credibilidade X Experiência Profissional

E-mail enviado por um leitor:

“Estou me formando em Ciência da Computação e consegui um emprego numa grande empresa de marketing digital. O que preciso fazer para ganhar credibilidade, já que tenho pouca experiência” 

Resposta:

Quando falta a experiência, a disciplina fala mais alto

Nesse caso, é mais importante se mostrar disponível ao aprendizado do que qualquer outra coisa, colocando, de maneira madura e profissional, a sua vontade de aprender com quem tem mais estrada.

Muitas pessoas ainda pensam de maneira errada, acreditando que ser mais experiente é melhor do que ter a energia do jovem e vice-versa, mas, a verdade é que é um lado completa o outro, então, na prática, mostre desejo de aprender cada vez mais, tanto da teoria, quanto da prática, com gente que tem mais conhecimento do que você.

Quando não há tantas competências técnicas desenvolvidas, as comportamentais devem falar mais alto e você pode conquistar credibilidade com uma postura proativa e decidida.

Afinal, enquanto outros ainda estão brincando de serem profissionais, você já entendeu que credibilidade é algo que se conquista e é essencial mantê-la para ter sucesso no mercado de trabalho.

Ao longo da minha trajetória, vi muitas pessoas que, mesmo com menos experiência ou não tendo se formado em “faculdades de primeira linha”, nunca ficavam desempregadas, já que sua boa fama percorria o mercado em que estavam inseridas.

Dessa forma, demonstre que você tem interesse em planejar a sua carreira desde cedo e grave em sua mente algo muito importante, praticando isso no dia a dia: desenvolver parcerias, ter bom relacionamento interpessoal e conhecer do negócio são chaves poderosas!

Conheça o mercado em que sua empresa está inserida

Pode observar, muitas pessoas chegam à empresa, fazem o que consideram que são pagas para fazer e se esquecem de colocar em prática muitas outras necessidades, como conhecer não apenas do negócio como um todo, se mostrando interessado em entender o que as demais áreas fazem, mas, conhecer do mercado em que a empresa está inserida.

Assim, a visão sistêmica começa a ser desenvolvida e você terá muito mais bagagem para trazer soluções que realmente façam sentido na prática, não apenas na teoria ou no que foi aprendido na faculdade.

Desenhe parcerias com quem cuida da inteligência de vendas, com o pessoal das áreas financeira e atendimento ao cliente, entenda melhor as necessidades específicas do seu negócio e se mostre ativo, fornecendo respostas que façam a empresa vender mais e ser sustentável. Não tenha medo de ir atrás de respostas e novas perguntas!

Não adianta pensar que aprender apenas da sua área de atuação é suficiente, desenvolva real interesse sobre o que a empresa produz, como vende e quais os principais problemas. E não ligue para aqueles que estranharem isso ou que disserem que você “está se metendo onde não é chamado”; apenas faça a sua parte.

O mal dos colaboradores, tenham ou não experiência, é se acomodarem ou se entregarem às dificuldades, desanimando ao longo do caminho.

O que mais você pode aprender?

Faça uma lista do que as vagas publicadas em sua área estão pedindo: quais são as competências técnicas que as empresas almejam?

Mas também, planeje o seu desenvolvimento pensando não apenas em estudar Ciências da Computação, mas, gestão de pessoas, inteligência emocional, resiliência e autoconhecimento.

Desenhe a sua grade de estudos e faça contatos com pessoas de outras empresas e outros segmentos, para estar sempre atualizado.

Se permita errar

Algo que os profissionais mais maduros têm dificuldade e até pouco tempo era bastante desestimulado nas empresas é o erro. A cultura do erro que vem se instalando aos poucos e recentemente nas organizações, mostra que é muito pertinente aprender com os erros e que é necessário dar abertura para que as pessoas errem, afinal, nenhuma grande descoberta foi feita sem muitas tentativas e erros.

Sendo assim, entenda desde cedo o que pode ser aprendido com seus erros – e com os dos outros – para extrair aprendizado e conhecimento desse processo, com a mente aberta.

Acima de tudo e mesmo em um cenário não favorável, pratique a ética e a verdade em sua rotina de trabalho, não se envolvendo em panelinhas, fofocas e espaços em que sua energia será gasta de maneira improdutiva.

Tenho certeza de que assim você vai se destacar na multidão!

Sucesso!

_______________

Luciane Vecchio
Psicóloga Clínica | Consultora | Mentora | Colunista | Especialista em Desenvolvimento Humano, RH, Empreendedorismo, Carreira e Liderança | Atendimento a Executivos | Revisão de CV e Perfil Campeão LinkedIn
CRP: 06/74914

Luciane Vecchio

Autor: Luciane Vecchio

Psicóloga Clínica, Master Coach, Consultora de Carreira, Especialista em RH, Orientadora Vocacional, Colunista de Carreira & Comportamento. CRP: 06/74914

[email protected]