O que fazer com o que fizeram de nós?

O que fazer com o que fizeram de nós?

Muitas vezes, frequentemente aliás, a vida nos machuca.

Sentimo-nos injustiçados e sabemos que, apesar de termos a razão em determinada situação, saímos como os errados, os perdedores, os maus.

É difícil saber o que fazer com o que fizeram da gente.

Carregamos, naturalmente, ao longo do tempo, raivas, mágoas, tristezas e angústias.

Fomos demitidos no nosso melhor momento, levaram o crédito pelo projeto que desenvolvemos, alguém foi promovido no lugar que você desejava.

E como lidar com isso no dia a dia sem deixar afetar futuro pelo presente?

Não é fácil, mas é exercício e prática. Todo dia, em todo lugar.

Muitos estão agora sem emprego, sem sustento, sem ter como dar aquele presente para filho, sem ter como pagar as contas ou saber como será o dia de amanhã e, ainda por cima, estão envenenados pelo que passou, pela tristeza das coisas que não deram certo. Presos nos momentos ruins.

Parece texto religioso – talvez no fundo seja – mas como escrevo respeitando todo tipo de pessoa, a mensagem que quero deixar e muito mais “Física” (no sentido da matéria escolar) do que qualquer outra coisa.

Você deve sim começar primeiro se perdoando (onde errei??) e perdoando o que/quem o magoou. Essa troca energética de mágoa não anda lhe fazendo bem, creia!

Quando as coisas ruins lhe invadirem, ocupe sua mente com outras.

Desde a técnica infalível de substituir pensamentos ruins por outros, começando com cada letra do alfabeto, até o final, substituindo por coisas que gosta, por exemplo: Abacaxi, Beijo, Cachorro, Doce (etc.)., até realizar exercícios físicos, levar o cachorro para passear, ouvir música. Essa do alfabeto sempre me salva, quando começo a ter medo de fracassar, vou pensando em coisas que gosto ou quero que se concretizem com cada letra... quando chego no “Z” já estou rindo, já mudei meu padrão de pensamento, minha energia.

É treino, substituir pensamentos ruins por aqueles que te trazem esperança, coisas que gosta, deseja, fará...

Sabe aquela frase que conta que dá o mesmo trabalho sonhar grande e sonhar pequeno, então!

Imagine-se empregado, bem, feliz, dando o tal presente para seu filho. Visualize situações boas e saia do campo de energia do que não dá certo ou pior, do que não deu certo, substituindo por um em que tudo está bem. Crie cenários!

Nosso cérebro não tem controle de tempo: passado, presente, futuro. Se você revive alguma situação triste, para seu cérebro esta situação “é”, ou seja, está acontecendo AGORA.

Sendo assim, pensar em coisas boas vai lhe fazer sentir coisas boas.

E claro, pensar um pouco sobre o seu papel, as escolhas, os pensamentos que te trouxeram até este momento, com sinceridade, sem julgamento ou parcialidade, também vai ajudar muito para a construção de novas e boas escolhas.

Mudanças de paradigma, de hábito, de pensamento, nada disso é feito sem o mínimo de trabalho, confesso. É tudo realmente treino, prática.

Viver reclamando, triste, chateado, é vício. Entramos neste ciclo de energia e vira hábito.

Busque aquilo que você mais gosta, que te traz paz e esperança.

Esqueça as situações passadas treinando como quer que sejam as futuras.

Esqueça o local ruim de trabalho pensando em como gostaria que fosse o seu próximo lugar de trabalho.

Esqueça o chefe que não te reconheceu pensando nos próximos colegas de trabalho, aqueles que terá. Visualize nos mínimos detalhes como quer que as situações estejam nos próximos capítulos.

A situação atual não é sua vida. É apenas uma parte dela. Não é uma foto em que para sempre você estará parado com aquele sorriso ou naquela posição.

A vida é muito mais mutante do que conseguimos conceber. Sendo assim, porque não pensar que ela será boa, que trará coisas boas. Por que concentrar-se apenas no que não deu certo?

Como tudo na vida, exige de você certo esforço, exige que deseje sair da situação atual ou daquela em que ficou preso, se deslocando para o que deseja, ainda que por enquanto estas coisas estejam apenas no pensamento.

Resgate a criança que você já foi um dia, que gargalhava e criava, que imaginava situações e se divertia.

Temos o poder de criar situações e essa é a mágica, pois podemos criar mais momentos ruins, ficando presos nos que passaram e na atual situação, ou criar momentos novos, mais tranquilos e bons de viver.

Repito, é treino. Por que não tentar?

Sucesso na sua caminhada!

Boa semana!

____________

E se você precisar aumentar a sua performance, em qualquer área da vida, inclusive carreira, já sabe, não é? Pode falar comigo!

 

Luciane Marcovecchio

Coach, Psicóloga, Especialista em RH, Consultora de Carreira

CRP: 06/74914

www.lucianevecchioconsultora.com.br

Consulte serviços de Coach, Aconselhamento de Carreira, Revisão de CV e etc.

Acesse: https://www.facebook.com/consultoriaRHcarreira/

 

* com exceção da primeira imagem, o texto é de minha autoria, se for compartilhar, cite autor e fonte!®



- - -

Para te apoiar no aumento de performance em qualquer área da vida, conte comigo!

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem dar o devido crédito.


Luciane Vecchio

Autor: Luciane Vecchio

Psicóloga Clínica, Master Coach, Consultora de Carreira, Especialista em RH, Orientadora Vocacional, Colunista de Carreira & Comportamento. CRP: 06/74914

[email protected]